Como sobreviver a um ataque de tubarão

Cerca de 70 ataques provocados por tubarão têm sido registrados por ano no mundo, resultando em cerca de dez mortes. Ou seja: em termos globais, a probabilidade é maior de morrer sendo atingido por raios ou de picadas de abelhas do que por tubarões.

IMG_9928

Fonte:Universo Paralelo

Mas os números de ataques têm crescido constantemente a cada década, provavelmente em decorrência do aumento da população humana global e de sua presença mais constantes nas águas.

Há, contudo, maneiras de se prevenir ou escapar desses eventuais ataques. Veja abaixo as dicas dos especialistas:

Continuar lendo

Surfando em mar de tubarão

Sabe quando mesmo depois de adulto sua mãe diz pra você tomar cuidado, não chegar muito tarde, olhar por onde anda e não fazer besteiras? Então…algumas histórias eu contei pra ela só depois de fazer pra não causar muito trauma e reduzir as broncas!

Uma delas aconteceu em Dezembro do ano passado, quando eu estava a trabalho em Cape Town, depois de dois longos anos desde a primeira vez que eu havia estado na cidade mãe. Em um belo dia, seguindo o meu famoso Carpe Diem – para quem não conhece, é uma expressão que vem do latim e significa: Aproveite o dia- pois bem, em um Carpe Diem decidi procurar por aulas de Surf.

O mar da África do Sul é conhecido por ser um habitat natural do grande tubarão branco (Great white shark), e foi inclusive na África do Sul, em Jeffrey’s bay que o tricampeão mundial Mike Fanning levou um baita susto ao sofrer um ataque de tubarão branco em um mundial de surf no ano passado.

Mesmo sabendo disso, e mesmo depois de ter feito um mergulho traumatizante com tubarão branco dois anos antes também na África do Sul mais precisamente em Mossel Bay, eu decidi que iria fazer pelo menos uma aula de surf. Pesquisei bastante e um motorista da empresa me recomendou uma escola que ele conhece e que fica em uma praia famosa de Cape Town chamada Muizenberg. Continuar lendo